Sustentabilidade é o nome do jogo

O título (na edição impressa) e as letras deste texto é verde por um motivo: em homenagem ao casal Vanessa Martins e Sérgio Torigoe, que acabam de inaugurar a nova sede do Centro de Diagnóstico Automotivo Torigoe, na rua Serra de Botucatu, 2.724, na Zona Leste de São Paulo.

Invalid rotator ID specified (path erc_77_1378157227 doesn't exist). Unable to display rotator.

Por que? Pois depois de anos de luta contra um vizinho inescrupuloso que os obrigou a mudar de endereço, conquistam esta importante vitória na vida, que foi fazer das diversidades uma oportunidade e montar assim uma das oficinas mais ecologicamente corretas da cidade.

Vanessa e Sergio eram como qualquer outro casal, em que ele cuida da parte técnica da oficina enquanto ela das questões administrativas. Vivam bem, com bons clientes, mas tinham de conviver com um vizinho que sentia prazer em tirar os dois do sério, sempre procurando brechas para que fechassem a oficina, instalada ao lado da casa dele, em uma rua no centrinho do bairro do Tatuapé. Conseguiu.

Foram inúmeras visitas de fiscais da prefeitura até que um dia um ambiental questionou sobre diversos documentos que como muitos, eles não tinham.

A partir de então, Vanessa decidiu que iria atrás de toda papelada necessária para por a oficina em ordem. Mas, por obra do destino, havia um documento que não cabia a ela obtê-lo, mas, sim, o dono do imóvel onde a oficina funcionava. Foi assim que tiveram de se mudar.

Após um ano do trágico dia que determinou o fim das atividades da oficina no Tatuapé, Vanessa e Sérgio reabrem as portas da renovada AutoElétrico Torigoe, que agora se chama Centro de Diagnóstico Automotivo Torigoe. “Mudamos o nome pois o que fazemos agora é muito além do que apenas autoelétrico, com a mudança, ampliamos capacidade e abrimos o leque de serviços oferecidos aos clientes”, diz Vanessa, que agora além de administradora da oficina, é responsável pelo relacionamento com fornecedores e clientes, assim como novas tendências e tecnologias.

As novas instalações são fantásticas, com vaga para serviços rápidos, três elevadores, e área reservada para montar em breve um mini-centro automotivo (alinhamento, balanceamento e undercar).

Os investimentos incluem máquinas especiais de lavagem de peças, com microorganismos que se alimentam da graxa e óleo e após a sua morte ou saturação se transformam em CO2, coleta seletiva de lixo, reutilização da água de chuva com um tanque de 31 mil litros, diretamente ligado aos vasos sanitários nos banheiros, telhas translúcidas – durante do dia não há necessidade de acender nenhuma lâmpada, além de espaço kids para crianças, e recepção envidraçada de onde o cliente pode acompanhar o serviço.

Os funcionários também ganharam um vestiário completo e refeitório com fogão e geladeira.

No mundo dos pneus reutilizados

 

Beato e a mesa bistrô
Beato e a mesa bistrô

Após tornar-se especialista em sustentabilidade no setor de reparação automotiva, Vanessa Martins foi além. “Conheci o Daniel Beato, da Arte em Pneus e me encantei com os processo criativo dele, e juntos mobiliamos a recepção e os escritórios com móveis feitos em pneus usados”, diz Vanessa.

São poltronas, floreiras, pula-pula, porta-revistas, porta-cartões de mesa, porta-canetas, estande para carrinhos, mesa bistrô, e até uma pia de lavabo.

“Algumas peças desenvolvemos juntos, e foi bem interessante”, diz Beato.

Alexandre Akashi

Alexandre Akashi

Editor da Revista Farol Alto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.