Fiat Toro Freedom 2.4 Flex: Anda, mas bebe

A escolha de uma picape urbana nem sempre é racional. E essa é a aposta da Fiat com o Toro Freedom 2.4 Flex, um veículo com design delicado e bastante confortável, que recebeu um motor mais parrudo e gastão, acoplado a uma excelente transmissão automática de nove marchas que faz de tudo para ajudar no consumo, uma missão quase impossível.

Pintura metálica: R$ 1.900 a mais no preço do veículo

O modelo avaliado contava com itens do kit Road e pintura metálica, que acrescem R$ 9.410 e R$ 1.900 respectivamente ao valor inicial, de R$ 101.690. No total, tem preço de aquisição de R$ 113.000. Sem o kit, o Toro oferece mimos como alarme, capota marítima, computador de bordo, ESP, sistema de auxílio de arrancada em rampa, quadro de instrumentos 3,5″ com relógio digital, calendário e indicador de temperatura externa multifuncional em TFT, personalizável, sensor de estacionamento traseiro, sistema Start&Stop, paddle shift, sensor de pressão dos pneus, entre outros.

O motor Tigershark 2.4 Flex deixa o Toro mais agradável de dirigir, e também gastão

O kit Road acrescenta itens interessantes como rodas de liga leve 6.5 x 17″ + Pneus 225/60 R17, kit parafusos antifurto das rodas (um por roda), ar-condicionado digital dualzone, câmera de ré, Voice recognition, Uconnect Touch Nav 5 [Central multimídia com tela de 5 touchscreen; Navegação GPS; Comandos de voz Bluetooth; Audio streaming; Entrada aux; Porta USB; MP3; Rádio AM FM], 6 alto falantes, Personalização série especial (adesivos exclusivos Road, soleira metálica, tecido exclusivo, painel bicolor, moldura do rádio e maçanetas internas frontais em cor específica), apoia braço traseiro, sensor de chuva, crepuscular, retrovisor interno eletrocrômico, kit externo (Grade frontal com cromado + Maçanetas e retrovisores externos pintados), porta objetos passageiro, apoia-braço central dianteiro, para-sol Iluminado, 2a tomada 12V, 2a entrada USB, barras longitudinais no teto e tapetes em carpete.

Ao volante

Caçamba para 820 litros e capacidade de carga de 650 kg

O Fiat Toro sempre foi um carro gostoso de dirigir. Apesar de ser uma picape comporta-se como um sedan, graças à suspensão traseira multilink. O motor Tigershark 2.4 flex fez muito bem ao modelo, pois conferiu a potência necessária que o EtorQ 1.8 não consegue oferecer. E, o câmbio automático de nove marchas caiu como uma luva. Ao contrário do que ocorre na versão diesel do modelo, as nove marchas são muito bem utilizadas, o tempo todo, pois o motor disponibiliza menos de 25 kgfm de torque máximo a 4000 rpm.

Interior bastante confortável e bem acabado

Esse conjunto deveria primar pela economia de combustível, mas não é o que acontece. Até é possível fazer média de 10 km/l com etanol, na estrada, sem trânsito, mas com velocidade de 70 km/h. A 90 km/h, a média cai para pouco mais de 9 km/l. Não é tão ruim para um carro de 1,7 mil kg, mas na verdade a média não passa dos 7,4 km/l anunciados pelo Inmetro. E, na cidade, é ainda pior, mesmo com sistema Start-Stop.

Painel com tela TFT de alta resolução, personalizável

No entanto, as médias do 2.4 não são tão piores do que a da versão de entrada, com motor 1.8 (6,5 km/l na cidade e 7,8 km/l na estrada, com etanol), e é muito mais divertido de dirigir. E a diferença de preço das duas versões é de menos de R$ 10.000, assim, vale a pena gastar um pouco mais na hora de escolher o motor.

Fiat Toro Freedom 2.4 Flex
Motor: dianteiro, transversal, flex (etanol/ gasolina), quatro cilindros, 2.4l, 16V, SOHC, 2360 cm³, diâmetro x curso: 88 x 97 mm, 186/174 cv a 6250 rpm (e/g), 24,9/23,5 Kgfm a 4000 rpm, taxa de compressão: 11,8:1
Câmbio: automático de nove marchas
Tração: dianteira
Direção: assistência elétrica progressiva variável
Suspensão: independente nas quatro rodas, tipo MacPherson na dianteira e Multilink na traseira, com molas helicoidais (progressiva à carga na traseira), amortecedores a gás e barra de torção
Freios: dianteiros a disco ventilados (305 mm), e traseiros a tambor (254 mm), com ESP e Hill Holder
Rodas e pneus: aço (liga leve opcional), 215/65 R16
Dimensões: comprimento, 4.915 mm; largura, 1.844 mm; altura, 1.680 mm; entre-eixos, 2.990 mm, peso, 1.704 kg, caçamba, 820 l (650 kg); tanque de combustível, 60 l
Desempenho: velocidade máxima, 200/197 km/h (e/g); aceleração 0 a 100 km/h: 9,9/10,5 s (e/g)
Consumo PBEV – INMETRO: urbano – 5,9/8,6 Km/l (e/g), rodoviário – 7,4/10,8 Km/l (e/g)

Alexandre Akashi

Alexandre Akashi

Editor da Revista Farol Alto alexandre@farolalto.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.