O som do amortecedor

O momento certo de trocar os amortecedores é um assunto polêmico. Alguns dizem que deve ser feito preventivamente, pela quilometragem. Outros, somente quando o componente está ruim. E ai vem a dúvida: quando ele está ruim? Os sintomas são facilmente perceptíveis com o carro em movimento, por um especialista, mas, para o motorista comum, não. Ainda mais porque o componente tem desgaste gradual, o que torna mais difícil sentir o problema no dia a dia.

A forma mais correta de determinar o desgaste dos amortecedores é por meio de um teste computadorizado, com uma máquina grande e cara chamada Shocktest. Porém, nela, todo o sistema de suspensão é submetido a uma avaliação, que pode interferir no resultado. Ainda assim, é o melhor que existe.

Mas, a DPaschoal acaba de anunciar uma nova ferramenta, batizada de áudio shock, que “escuta” o estado do amortecedor e mostra as ondas sonoras em um desenho parecido com um eletrocardiograma, com auxílio de um aparelho celular. Segundo a empresa, a ferramenta apresenta um índice de 97% de assertividade.

O aparelho consiste em um microfone especial colocado no corpo do amortecedor que captura o som dos movimentos da suspensão, indicando a real condição da peça. Segundo a DPaschoal, foram dois anos de pesquisas e testes realizados com mais de 300 veículos.

Alexandre Akashi

Alexandre Akashi

Editor da Revista Farol Alto alexandre@farolalto.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *