Mitsubishi demite Ghosn da presidência

O brasileiro Carlos Ghosn foi demitido da presidência da Mitsubishi Motors, devido a seu suposto envolvimento em irregularidades fiscais. A decisão foi do Conselho de Administração da empresa, que integra a aliança Nissan-Renault.

O executivo já havia sido demito da presidência da Nissan pelo Conselho de Administração da empresa. Ghosn, assim como seu assessor Greg Kelly estão presos. O brasileiro negou no depoimento à Promotoria de Justiça de Tóquio que tinha intenção de falsificar as demonstrações financeiras.

Antonio Puga

Antonio Puga

Antonio Puga é jornalista, especializado no setor automotivo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.