Antes das férias é hora de revisar o sistema de freios

As férias estão chegando, é hora de pegar a estrada e aproveitar a época. Mas antes de viajar, manutenção preventiva é fundamental, principalmente do sistema de freios. Considerado um dos mais importantes itens de segurança do veículo.

O sistema de freios é composto por pastilhas, discos, sapata e fluido de freio. “O sistema de freios deve ser incluído na revisão antes das férias, pois, até mesmo o desgaste natural dos componentes pode provocar graves acidentes. Por isso, o ideal é verificar se todas as peças estão em boas condições” explica o supervisor técnico da TMD Friction do Brasil, Rodrigo Abolis Gimenez.

Os componentes do sistema de freio devem ser checados conforme a periodicidade recomendada pelo fabricante ou quando alguma das peças apresentarem desgaste ou quebra. O nível de fluido de freio também deve ter a atenção na hora da revisão de férias. Caso esteja abaixo do nível no reservatório, uma luz acenderá no painel do veículo, sinalizando que há algo errado.

O que verificar

Fluido de freio: Caso esteja abaixo do nível máximo, indica desgaste natural das pastilhas de freio ou até mesmo vazamento. Fluido de freio não se completa, é normal trabalhar entre o nível máximo e mínimo. Caso esteja próximo do nível mínimo, é necessário inspeção no sistema de freio. Importante realizar a substituição do fluido no tempo recomendado pelo fabricante do veículo.

Pastilhas de freio: São responsáveis pela ação necessária para parar o movimento de rotação das rodas do veículo. Sem as pastilhas, o veículo não freia. Cheque se as pastilhas não estão desgastadas ou com algum ruído estranho.

Discos de freio: durante a frenagem, o disco de freio suporta altas temperaturas e esforços mecânicos extremos. O uso de discos de freio com espessura abaixo da mínima especificada pelo fabricante do veículo poderá ocasionar sérios problemas, como: superaquecimento, empenamentos, trinca ou até mesmo quebra.

Antonio Puga

Antonio Puga

Antonio Puga é jornalista, especializado no setor automotivo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.