Ford abre centro de manufatura nos EUA

A Ford conta com um centro de manufatura avançada em Redford, nos Estados Unidos, para desenvolver as tecnologias das fábricas do futuro. No local, cerca de 100 especialistas trabalham com equipamentos como máquinas de impressão 3D, óculos de realidade virtual e robôs colaborativos, testando novas formas de produção. O investimento na instalação foi de US$45 milhões.

Em 1998, a empresa adquiriu a terceira impressora 3D fabricada no mundo e hoje possui 90 desses equipamentos para a produção de peças e ferramentas. Os engenheiros do seu Centro de Manufatura Avançada trabalham com 23 máquinas de impressão 3D e dez empresas especializadas nessa tecnologia para desenvolver aplicações com diferentes materiais – desde areia e pó de náilon a carbono. Apenas uma das aplicações em estudo tem o potencial de gerar uma economia de mais de US$ 2 milhões para a empresa.

Peças impressas em 3D já começam a ser usadas na produção de carros da marca. O Shelby Mustang GT500 que será lançado no Salão de Detroit em janeiro traz duas peças do freio impressas em 3D. A F-150 Raptor fabricada para a China também tem um componente da cabine feito dessa forma. Com a disseminação da tecnologia, será cada vez mais comum encontrar esse tipo de peças nos carros.

A impressão 3D também é usada para a produção de ferramentas e peças de reposição para a própria linha de montagem, economizando tempo e dinheiro na encomenda de componentes que poderiam demorar semanas para ser fabricados.

Antonio Puga

Antonio Puga

Antonio Puga é jornalista, especializado no setor automotivo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.