‘Conversinhas’ atrapalham vendas de importados

Frases polêmicas que o presidente Jair Bolsonaro se orgulha de verbalizar já tem causado prejuízos para o setor produtivo. A Abeifa, Associação Brasileira das Empresas Importadoras e Fabricantes de Veículos Automotores, acaba de anunciar os resultados de vendas do primeiro trimestre de 2019 com uma triste notícia: queda de 11,4% em relação ao mesmo período do ano passado.

Isso significa dizer que de janeiro a março deste ano, as empresas associadas à Abeifa venderam 7.494 veículos ante 8.460 unidades registradas de janeiro a março de 2018. “Foi um trimestre perdido”, lamentou José Luiz Gandini, presidente da Abeifa.

Os motivos para o mau resultado, segundo Gandini, foram a volatilidade do dólar, a perda do otimismo do consumidor e as políticas protecionistas às montadoras nacionais, como benefícios de IPI e ICMS. “Ainda sou otimista em relação a este novo governo, mas essas conversinhas precisam parar”, disse Gandini.

Março
Mesmo com Carnaval, o mês de março foi melhor em vendas do que fevereiro. Ao todo, a Abeifa contabilizou 2.524 vendas entre as associadas, ante 2.495 unidades de fevereiro, uma alta de 1,2%. Mas, em relação a março de 2018, quando foram emplacados 3.457 veículos, houve queda de 27%.

Alexandre Akashi

Alexandre Akashi

Editor da Revista Farol Alto alexandre@farolalto.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.