Higienização do ar evita doenças respiratórias

Durante o inverno é comum utilizar menos o ar-condicionado do carro, já que a temperatura é mais amena nesta época do ano. No entanto, a manutenção e limpeza do sistema não deve ser esquecida, até porque o período é propenso para doenças respiratórias, causadoras de doenças como gripe, rinite, sinusite, asma, pneumonia e alergias. Pessoas com doenças crônicas, relacionadas ou não ao tabagismo, crianças e idosos são os que mais costumam sofrer com esses efeitos no clima

Segundo Alessandro Siraqui, gerente da Petroplus, outros fatores contribuem para o problema. “Em automóveis com sistemas de ar-condicionado, há a presença de dois fatores que aumentam a propagação de colônia de ácaros, bactérias e outros organismos indesejados: o ar e a umidade. Mesmo que no outono não sejam acionados sempre em temperaturas geladas, estes sistemas condensam a umidade do ambiente em seus dutos e é aí que está o problema da contaminação. Se as pessoas colocassem os sistemas de ar-condicionado na posição quente para secar os dutos por alguns minutos, antes de desligá-los, poderiam minimizar essa contaminação”, explica.

Outra recomendação é cuidar da higienização interna dos estofamentos do automóvel, por acumularem ácaros e similares, que podem também interferir na saúde respiratória de motoristas e passageiros.

Antonio Puga

Antonio Puga

Antonio Puga é jornalista, especializado no setor automotivo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.