Ford recicla 1 bilhão de garrafas pets no mundo

A Ford está utilizando nos carpetes de seus veículos garradas pet. A ação de reciclagem do material tem mais de 20 anos, e começou com o Mondeo. Atualmente 1,2 bilhão de garrafas por ano em todo o mundo  entram na produção de componentes automotivos, como o Ka, Ranger e Edge ST até o Mustang.

Cada EcoSport tem o equivalente a 470 garrafas plásticas em material reciclado na forma de tapetes e carpetes. Desde o lançamento da nova geração global do utilitário esportivo, em 2012, mais de 650 milhões de garrafas já foram recicladas para esse fim. O equivalente a duas voltas ao redor do mundo, pesando mais de 8.000 toneladas.

O processo para transformar plástico em tapetes e carpetes começa com a fragmentação das garrafas e tampas em pequenos flocos. Depois, em empresas especializadas, eles são fundidos a 260°C e extrudados em fibras com a espessura de um fio de cabelo. Essas fibras são então combinadas com outras e passam por um processo têxtil, formando o material que dá origem ao carpete.

 No Brasil todos os tapetes e carpetes contêm PET reciclado.  A montadora vem pesquisando  outros materiais como a fibra de juta em um projeto pioneiro, que adiciona polipropileno no compósito usado na fabricação da tampa do porta-malas do Ka, com ganhos de resistência, redução de peso e sustentabilidade.

A cada minuto, um milhão de garrafas plásticas são compradas ao redor do mundo – equivalente a 526 bilhões por ano – e a maioria acaba descartada em aterros, rios e oceanos.

Antonio Puga

Antonio Puga

Antonio Puga é jornalista, especializado no setor automotivo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.