Audi entra na onda do patinete

Se a onda em todos os cantos do planeta é o patinete, a Audi não poderia ficar de fora desta tendência urbana. Batizado de e-tron scooter  ele une o melhor de um patinete elétrico e um de um skate. O modelo pesa 12 kg e pode ser dobrado no porta-malas ou puxado como um carrinho, de forma a ser transportado em ônibus ou trem. Produção e vendas são planejadas para o final de 2020.

Embora o piloto mantenha uma mão sobre o guidão, ele controla o patinete como um skate, com os pés mudando seu peso. Os eixos móveis com quatro rodas permitem curvas muito apertadas. O guidão dá estabilidade e mantém a bateria e os itens eletrônicos – há ainda um display que mostra a condição da bateria. O piloto acelera e freia através de uma manopla de torção. A autonomia de 20 km é obtida através da recuperação quando o patinete elétrico é freado. O freio de serviço hidráulico proporciona segurança adicional.

O patinete vem com as luzes de LED no um farol, luzes de condução diurna, lanterna traseira e brake light. Uma interface bluetooth permite ajustes individuais às características da condução e fornece proteção contra roubo. Além disso, os projetistas trabalham em assoalho em madeira ou carbono e projeto em cinza e preto.

 Quando chegar ao mercado no final de 2020, custará cerca de 2 mil euros.  O patinete elétrico pode ser carregado no porta-malas do veículo através de uma tomada exclusiva. Os usuários podem cobrir de forma conveniente o final do percurso, por exemplo, a partir de uma vaga de estacionamento ou ponto de carga até o destino, em velocidade de até 20 km/h.

Antonio Puga

Antonio Puga

Antonio Puga é jornalista, especializado no setor automotivo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.