Defeito crônico: Os mancais do Fiat 500 1.4 EVO

Ao comprar um veículo novo, o mínimo que se espera é qualidade. Infelizmente os proprietários de Fiat 500 equipados com motor 1.4 Flex 8V EVO precisam ter sorte, pois muitas unidades têm apresentado um defeito crônico de folga dos mancais do virabrequim, que causa desgaste das bronzinas e um barulho insuportável vindo do motor.

Recentemente recebemos uma unidade desses aqui na oficina. Era um 500 Cult 1.4 Flex 8V EVO, ano/modelo 2011/2012, que tem preço médio de R$ 30.264, segundo tabela Fipe. O mais incrível de tudo: tinha apenas 20.000 km rodados.

Para resolver o problema, é preciso desmontar todo o subchassis do veículo, retirar o motor e abrí-lo

Para um veículo com esta quilometragem apresentar um defeito desses só existe uma explicação: falha de projeto.

O pior é que, para reparar o defeito, o trabalho é grande. As bronzinas de mancais do virabrequim são peças internas do motor, e por isso é preciso retirá-lo do veículo para fazer a manutenção. Só que, no 500, essa uma tarefa muito complicada, pois para remover o motor, é necessário desmontar todo o subchassis.

As bronzinas apresentam marcas de desgaste provocado pelo defeito

Ao remover as bronzinas, é possível ver as marcas do desgaste provocado pelo problema. As bronzinas servem como apoios para o virabrequim. São duas peças de aço em formato de meia-lua revestido com metal anti-fricção, com um sulco que permite a passagem de óleo para lubrificar o sistema. As bronzinas devem ficar perfeitamente alojadas nos mancais, pois garantem o apoio do virabrequim, assim como para dissipar o calor gerado pela fricção.

O defeito é tão grave que existem diversos relatos na internet de proprietários insatisfeitos. A solução é trocar as brozinas, mancais, bielas e, se necessário, o virabrequim, que em alguns casos aceita retífica.

Claudio Cobeio

Claudio Cobeio

Proprietário da Cobeio Car (R. Antônio das Chagas, 825 – Chácara Santo Antônio, São Paulo) – (11) 5181-8447

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *