Alta do dólar ameaça meta de importados

Apesar de ter registrado aumento de vendas em agosto de  22,6% em relação a julho de 2018 e alta de 34,7% ante agosto de 2017, com emplacamento de 3.801 veículos, a Abeifa (Associação Brasileira das Empresas Importadoras e Fabricantes de Veículos Automotores) alerta para o risco de não conseguir atingir a meta de 40 mil emplacamentos este ano, por conta da instabilidade político-econômica gerada pela eleição, o que tem causado frequentes aumentos do dólar.

De janeiro a agosto deste ano foram comercializados 24.850 unidades, o que significa alta de 32% nos primeiros oito meses do ano ante igual período de 2017. Segundo Paulo Ferreira, vice-presidente da Abeifa, agosto foi o melhor mês desde dezembro de 2015, porém manter as vendas neste patamar será um desafio.

Produção local – Entre as associadas à Abeifa, que também têm produção nacional, BMW, Chery, Land Rover e Suzuki fecharam o mês de agosto com 2.379 unidades emplacadas, total que representou alta de 28,5% em relação a julho de 2018. Comparado a agosto do ano passado, a alta é de 21,8%, quando foram emplacadas 1.953 unidades nacionais.

Alexandre Akashi

Alexandre Akashi

Editor da Revista Farol Alto alexandre@farolalto.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.