Alta gastronomia em alta rotação

Porsche e comida sofisticada combinam. Não por acaso, três empreendedores apaixonados pela marca alemã e dispostos a fazer diferente acabam de abrir a oficina Flacht e o restaurante 911 em um único endereço: Alameda Lorena, 2101, Jardins, em São Paulo.

Colecionador de Porsches, o empresário Brandon Crozier queria, a princípio, montar uma oficina onde pudesse cuidar dos 16 Porsches que possui. Mas, a ideia cresceu. “Sempre que comentava com meus amigos, me perguntavam se podiam trazer os carros deles também”, conta. Não demorou para perceber que havia um bom negócio à vista. Assim nasceu a Flacht, oficina que homenageia a cidade natal dos modelos GT da Porsche.

O restaurante era outro empreendimento que Crozier tinha em mente, e pensou: “Por que não fazer os dois juntos?” Por que não? Juntamente com a administradora de empresas Claudiene Brito, a ideia ganhou corpo, e no andar superior à oficina, a chef Daniela Malavasi, que trabalhou no DOM, comanda o 911 com maestria e sutiliza em pratos muito bem elaborados e equilibrados.

Com ambiente agradável, o restaurante não recebe odores e sons desagradáveis da oficina, muito pelo contrário. O único som que sobe as escadas é de um ronco grave de motor de Porsche, mas isso só ocorre se o cliente tiver a sorte de haver algum carro em teste de manutenção na oficina.

Com um bar, sala de espera com sofás confortáveis e mesas cobertas e descobertas, o 911 conta também com uma enoteca, outra paixão dos sócios. Só faltou uma decoração mais temática, assim como batizar os pratos do cardápio com nomes que remetem à marca alemã…

Pediatria Porsche
O terceiro sócio da Flacht é Ricardo Landi, responsável pela equipe técnica de atendimento aos proprietários de Porsches. A oficina especializada realiza qualquer tipo de serviço quando o assunto é Porsche, desde uma simples manutenção preventiva até restauração de pintura com uso de nanotecnologia, com auto regeneração de riscos.

O mais impressionante da oficina é a equipe técnica, formada por mecânicos de competição, da Porsche GT Cup, além, claro, da tecnologia dos equipamentos de diagnose e todo ferramental especial que os modelos da marca necessitam.

E, como se não bastasse todo o investimento em mão de obra e equipamentos, a proposta da Flacht é oferecer aos clientes uma experiência única na manutenção do veículo. “Queremos que eles se sintam como se estivessem levando os filhos pequenos ao pediatra, uma vez que entendemos que o atendimento é similar: tal como um bebê, quem explica ao médico os sintomas é o pai ou a mãe”, explica Crozier.

E, uma grande sacada, é a criação de um passaporte personalizado, com o número do chassis, que será oferecido aos clientes, em que todas as intervenções realizadas no veículo serão anotadas, juntamente com um pen drive. “Dessa forma, o dono do carro terá um registro completo de tudo que fizermos no carro dele, que pode ser passado para frente no caso da venda do veículo”, diz Crozier.

Alexandre Akashi

Alexandre Akashi

Editor da Revista Farol Alto alexandre@farolalto.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.