Fiat inaugura concessionária digital

A Fiat abriu em São Paulo sua primeira concessionária digital. O consumidor quando entra na loja, tem à sua disposição um totem de autoatendimento, onde se identifica com nome, endereço eletrônico e telefone. Recebe um QR code impresso ou via SMS no seu celular, que utilizará em outras etapas do processo de compra de um veículo.  O plano da marca prevê a inauguração de 20 concessionárias digitais e a implantação do conceito em outras 110 lojas já existentes até o final de 2019, totalizando 130 pontos de venda.

A concessionária ocupa uma área menor do que um ponto de venda tradicional, porque muitas das operações são digitais. A loja, que já está operando, tem área construída de 300 m².  A identidade visual é diferente das lojas convencionais e se baseia na geometria de uma colmeia, formada por hexágonos brancos, cinzas e da cor bordô que caracteriza o logotipo da marca. A marca apresentada na fachada é formada pelas letras que compõem o nome FIAT (script) e não o disco bordô tradicional. À noite, a fachada tem iluminação nos hexágonos e também dois painéis de led de alta definição, que compõem uma vitrine que comunica com agilidade as ações da marca, características dos veículos e ofertas.

O espaço é aberto e há três carros em exposição – os modelos Fiat Toro, Argo e Cronos. As informações sobre cada modelo podem ser obtidas através de um totem digital ao lado do veículo. Há duas mesas interativas, que são telas de 43 polegadas sensíveis ao toque. Neste equipamento o cliente pode configurar todos os modelos da marca, escolhendo cores, opcionais, acessórios e serviços extras, sempre tendo acesso ao valor total do modelo configurado. Há uma terceira tela, dedicada à Mopar, divisão da Fiat Chrysler Automóveis (FCA) encarregada de pós-vendas, serviços, acessórios e customização, que permite ao cliente personalizar seu veículo e adquirir serviços exclusivos.

A loja conta ainda com um mostruário físico de opções de acabamento – cores, tecidos e outros detalhes. Está disponível também um sistema de realidade virtual, através de óculos VR (Virtual Reality), que permite que o cliente experimente as diferentes alternativas de acabamento e versões de cada modelo, alterando itens opcionais e cores.

Na hora de finalizar a compra, o consumidor solicita o apoio de um funcionário que concluirá o processo de vendas. A operação de venda pode incluir o seminovo do cliente como parte do pagamento. A entrega do veículo é feita na própria concessionária digital, mas, em breve, o cliente poderá optar pelo serviço de entrega a domicílio. Os serviços de manutenção e pós-vendas serão prestados pela concessionária nos endereços em que já mantém estrutura de serviços.

Antonio Puga

Antonio Puga

Antonio Puga é jornalista, especializado no setor automotivo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.