Scania prevê crescimento de até 20% este ano

Após lançar uma nova geração de caminhões no final do ano passado, a Scania está otimista para 2019 e projeta crescimento nas vendas de 10% a 20% sobre o resultado de 2018, quando vendeu 8.643 caminhões (alta de 50,2% em comparação com 2017).

“Estamos confiantes e animados com os desafios para 2019 com a chegada da Nova Geração de Caminhões”, afirma Silvio Munhoz, diretor comercial da Scania no Brasil. Em apenas quatro meses, a Nova Geração já vendeu mais de 3.000 unidades.

“O momento da Scania no Brasil é excelente. Com a Nova Geração, temos uma nova fábrica. Vivemos uma Nova Scania a partir de 2019”, afirma Roberto Barral, vice-presidente das Operações Comerciais da Scania no Brasil.

Ônibus
Nos ônibus, a visão positiva é a mesma do mercado de caminhões. “A previsão é da faixa acima de 8t crescer 15% e o segmento rodoviário aumentar em 20%, em 2019. Estamos nos baseando em melhores indicadores macroeconômicos e no ambiente muito mais otimista por parte do empresariado”, revela Alan Frizeiro, gerente de Vendas de Ônibus da Scania no Brasil. “Nosso programa ‘Rentabilidade Comprovada’ é um sucesso com o depoimento dos clientes provando na prática os benefícios das soluções da marca.”

No ano passado, a Scania vendeu 760 unidades no mercado acima de 8 toneladas contra as 522 de 2017. A participação subiu de 4,9% para 5,9%. Desse volume, 702 chassis foram de rodoviários (acréscimo de 48,4% sobre os 473 de 2017). A participação foi de 21,1% e a vice-liderança mais uma vez conquistada, pelo segundo ano consecutivo. O mercado total de rodoviários emplacou 3.320 unidades (em 2017 foram 1.990).

Já nos urbanos acima de 8t, a indústria registrou 9.488 unidades, responsável por uma alta de 10,8% em comparação às 8.566 de 2017. A Scania cresceu mais do que o mercado com 18,4%. Foram 58 chassis contra os 49 de 2017 e participação de 0,6%.

Serviços e motores
Em Serviços, o diretor Fábio Souza, aposta numa alta geral de 28% na comercialização de programas de manutenção. “A Scania é a fabricante que vem revolucionando as soluções de serviços nos últimos anos. São grandes inovações, como a manutenção flexível, que elevaram o controle da gestão a níveis impensados até seu lançamento. A novidade mais recente, o PMS Fleet Care, já é um sucesso.”

Já na área de motores industriais, marítimos e para geração de energia a projeção é de incremento cerca de 15%em 2019. “Estamos consolidando nossa atuação com ainda mais investimentos na especialização da rede e das equipes de campo. Além de explorar novos nichos. Trata-se de um mercado de enorme potencial, estamos nos destacando”, explica Fabio D´Angelo, diretor comercial de motores da Scania no Brasil.

De acordo com D´Angelo, em 2018 a marca cresceu 106% nas vendas totais. Este crescimento foi puxado pelo segmento de geração de energia, com volume 137% superior ao ano anterior. Entre os destaques está a introdução do motor de 13 litros mais potente do segmento de geração de energia, com produção nacional, o DC13093A de 736hp (625kVA). Apenas o modelo representou 7% das vendas do segmento de energia no segundo semestre.

Alexandre Akashi

Alexandre Akashi

Editor da Revista Farol Alto alexandre@farolalto.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.